Buscar
  • Michelly Panni

Os principais e mais danosos ciberataques a empresas

Com a migração dos dados das empresas para os ambientes virtuais, e bancos de dados, está cada vez mais comum os ciberataques. Os Hackers aprimoram as formas de ataques constantemente e rapidamente. Por isso é importante estar atento aos tipos de ataques mais comuns e danosos. Saiba quais são eles, como os criminosos atuam e quais possíveis danos de cada tipo de ciberataque.

1 - DDOS attack - Este é um tipo de ataque que visa sobrecarregar um servidor levando a lentidão, e pode chegar ao ponto de tornar sites e sistemas inacessíveis.


2 - Port scanning attack - Este malware, tem como objetivo encontrar falhas nos servidores, para obter acessos aos dados e arquivos dos Servidores.


3 - Ransomware - Através deste software nocivo, o hacker bloqueia os dados do servidor da vítima, em uma espécie “sequestro”, e a partir de então cobra um valor de resgate, geralmente em bitcoins. Tem se tornado cada vez mais comum este tipo de ataque, que normalmente utiliza técnicas de engenharia social e o sistemas de senhas “fracas”.

4 - Cavalo de Tróia - Este vírus geralmente, infecta os computadores através de anexos infectados, também permite o acesso do hacker aos dados e pode causar vários danos como, exclusão e bloqueio, alteração e copiar os dados da vítima. Este é um dos ataques mais comuns das ameaças da internet.

5 - Ataques de força bruta - Este ataque se baseia no furto de senhas através de tentativas de combinação de usuários e senhas.

6 - Ataques pelo browser - Também através da estratégia da engenharia social, o uso de navegadores para acessar arquivos e dados dos usuários. Uma das principais formas de uso dos browser como ferramenta pelos hackers, são as URLs suspeitas, links que levam a domínios que facilitam a invasão, sites clonados que pedem informações pessoais dos clientes etc.

7 - Ataques evasivos - Neste tipo de ataque os Hackers elaboram constantemente estratégias que camuflam e alteram os softwares malignos, para que consigam facilitar a entrada nas máquinas e servidores. O intuito é criar novas formas de burlar antivírus e firewalls, de maneira rápida, para que não dê tempo de estas ferramentas criarem proteções suficientes.

8 - Ataques furtivos - Já neste ataque os criminosos invadem a rede do alvo, e se mantêm escondidos para estudar, por um longo tempo, a rede e toda a infraestrutura, com o intuito de roubar dados e dinheiro.


Para evitar estes ataques hackers é necessário adotar, boas práticas de segurança de TI, que consiste em um conjunto de estratégias, que incluem a adoção de antivírus, firewalls, uma forma eficiente de backup dos dados, uma equipe (terceirizada ou interna) com profissionais especializados para gerenciar a TI de forma segura, hierarquia nos acessos aos dados, sistemas que exigem trocas das senhas dos usuários de tempos em tempos, e exigência na complexidade da senha, treinamentos dos usuários para que possam ter cuidado e atenção na navegação na internet e na disponibilização dos dados em que se tem acesso.

#TIC #Ti #tecnologiadainformação#FSecure #Antivírus#Firewall #DrayTek #AtaqueHacker#MMNet

16 visualizações0 comentário