Buscar
  • Michelly Panni

Por que pequenas e médias empresas precisam de um antivírus corporativo?

Será que o antivírus gratuito é o suficiente para proteger os dados de empresas de pequeno e médio porte? Será que é necessário grande investimento em tecnologias e cibersegurança para garantir que estas empresas não sofram ataques e prejuízos?

Ao contrário do que podem pensar os gestores destas empresas, e maior parte das pessoas, as, PME’s são principais alvos dos ataques cibernéticos, isto porque não costumam investir o suficiente em cibersegurança, necessitam de profissionais especializados para gerenciar a TI e nem sempre possuem provisionamento financeiro para mante-los ou contratar consultorias especializadas , assim sendo, não implementam políticas de cibersegurança e assim tornam-se alvos fáceis.

O acesso ao ciber universo, seja através da internet ou de outras ferramentas online, tem sido cada vez mais comum e necessários aos usuários de uma empresa, e estas são as principais portas de acesso aos ciberataques, que ocorrem de várias formas e geram inúmeros prejuízos. Os ataques por vírus são os mais comuns, e podem acarretar perda de produtividade, ataques financeiros e ainda furto de dados sigilosos.

Os vírus podem ser contraídos através de acesso a sites suspeitos e e-mails, na instalação de programas e aplicativos, entre outros meios. Atuam como softwares nocivos, e se espalham rapidamente em computadores, celulares e tablets. Uma vez que o vírus consegue o acesso ao sistema, atua levando a lentidão do funcionamento de softwares e enfraquecendo as defesas dos sistemas operacionais, e ainda expõe dados das organizações.

Dentre as estratégias para garantir a cibersegurança das (PME), a mais recomendada é a adoção de um antivírus corporativo, uma vez que oferece um bom custo benefício. Algumas optam por adquirir um antivírus gratuito, porém, esta “economia” a longo prazo pode se mostrar inexistente, uma vez que até mesmo os ataques mais moderados, geram prejuízos financeiros, e estes ataques podem passar despercebidos pelos antivírus domésticos. A proteção fornecida pelos antivírus corporativos é mais ampla, e sua atuação é mais veloz.

Na hora de escolher o antivírus corporativo, alguns fatores são importantes a se analisar. Um ponto essencial para escolher o antivírus é saber o tempo de atualização dele, ou seja, quando um ataque é descoberto no mundo, em quanto tempo o antivírus te entrega uma resposta a ele? Outro importante ponto é, o quanto ele “pesa” no funcionamento do sistema operacional, pois, isso vai influenciar na produtividade das equipes. Também é importante que o antivírus traga suporte aos vários dispositivos em que os dados das empresas são acessados, ou seja, computadores, tablets, notebooks e smartphones.

Sendo assim, podemos perceber que independe do porte da empresa um antivírus é uma estratégia necessária para garantir a cibersegurança dos dados e o bom funcionamento dos computadores e dispositivos usados pelos usuários além de proteger os sistemas internos e dados. Também é notável que sua escolha não é simples e fácil, e neste momento de escolha pode ajudar muito, contar com uma consultoria e aderir um antivírus que atenda às necessidades da Organização.

Para garantir uma proteção completa para a sua empresa, conte com a MMNet na escolha do antivírus. Entre em contato com a nossa equipe para saber como adquirir um antivírus corporativo eficiente para a sua pequena empresa.

9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo